Sejam Bem Vindos!

Você faz diferença na vida de alguém, não deixe passar a oportunidade de dizer pra esse alguém que você o considera importante! NÃO FIQUE CALADO!!

Um pouco sobre mim...

Minha foto
Aracaju, Sergipe, Brazil
Tento ser bem sutil com as palavras e simples nas atitudes. Gosto de escrever bastante e uso o blog para mostrar um pouco de mim e expressar o que acho e penso, mas o foco mesmo é o #FATOCONSUMADO de Jesus ter entregado Sua vida naquela cruz para nos salvar!

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Como demonstrar amor

                       
 Uma pessoa muito especial me sugeriu um tema para a postagem de hoje, “Como demonstrar amor de forma correta pelo próximo?”. Peguei esse desafio e vou compartilhar abaixo três formas que entendo como princípios básicos da demonstração de amor.

                Primeiro princípio, a honra. Em 1 Samuel 18:3-4. “E Jônatas fez um acordo de amizade com Davi, pois se tornara o seu melhor amigo. Jônatas tirou o manto que estava vestindo e o deu a Davi, com sua túnica, e até sua espada, seu arco e seu cinturão”.
                Jônatas quando fez isso, honrou a vida de Davi. Se fosse seguida a ordem normal de sucessão para rei de Israel, Jônatas seria o próximo, mas Saul foi um ‘comédjão’ e Deus teve de escolher alguém que não fosse de sua descendência, e mesmo Saul fazendo de tudo contra Davi, Jônatas honrava a vida do seu amigo, inclusive o salvando da morte. Isso é HONRA, independentemente de qualquer coisa.
                Na nossa vida diária, precisamos honrar as pessoas que amamos. Nossos pais merecem honra, que a damos em forma de obediência e respeito. Nossos amigos nos contam segredos e precisamos honrá-los guardando cada segredo a sete chaves. Existe honra no namoro, e precisa ser exercitada em não espalhar defeitos e dificuldades que se tem no relacionamento, mas procurar ajuda de um líder ou pastor é o correto a e fazer.
                O segundo é a oração. Me lembro de quando Pedro foi preso por Herodes lá em Atos 12. Conta que durante a noite um anjo apareceu e livrou Pedro da prisão, e quando ele foi numa casa de Maria, mãe de João, ele chamou na porta e encontrou a galera lá em oração. Creio eu que eles estavam lá orando e intercedendo pela vida de Pedro. É demonstração pura de amor.
                Orarmos uns pelos outros é show de bola. É uma benção e também um dos ensinamentos de Jesus. Quando oramos por alguém, nos sentimos ligados a essa pessoa que as vezes podemos compartilhar da mesma dor.
                Somos um corpo e precisamos ajudarmos uns aos outros sempre. Faz parte do evangelho de Jesus que está em nós.              
                E por fim, posso dizer que o sacrifício é uma excelente forma de demonstrar amor. Qual foi a prova do amor de Jesus por nós, o sacrifício Dele na cruz. Ele fez isso porque nos ama.
                Todos os dias precisamos sacrificar nossa carne e seus desejos para que possamos agradar a Deus, já que O amamos. As vezes sacrifico coisas que gosto de fazer para passar tempo com Rebeca ou fazer coisas que ela acha legal, até programas de culinária no lugar de esportivos, só para agradá-la.
                O sacrifício para agradar quem amamos não deve ser visto como pesado, mas quando vemos a felicidade da outra pessoa devemos nos sentir realizados. 

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Jogo coletivo  


                Hoje vou falar sobre futebol. Isso mesmo, Futebol!



                Quem já sentou alguns minutos para assistir alguma partida de futebol, seja copa do mundo com a galera ou partidas de algum clube viu que o objetivo geralmente é fazer gols para ganhar a partida. Mas dentre os 22 jogadores em campo há sempre aqueles que se destacam por peculiaridades, personalidades, caráter, habilidades e por ai vai.



                Mas quero me dedicar ao nosso tema em específico, Jogo Coletivo.



                “E o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm a mesma linguagem. Isto é apenas o começo; agora não haverá restrição para tudo que intentam fazer”. Gn. 11:6. Quando temos a mesma linguagem e somos UM em um propósito, Deus mesmo diz que não haverá restrição para tudo que intentarmos fazer.



                Portanto, numa partida de futebol é importante que os 11 jogadores tenham o mesmo objetivo e falem a mesma língua, não idioma, mas é intenção. É comum vermos jogadores que se destacam pelas individualidades e o destaque é válido, mas jogar para a equipe é mais importante.



                Num mundo onde valores são invertidos diariamente, a valorização é maior e mais contundente para jogadores dribladores e que partem pra cima e resolvem sozinhos, mas onde está o jogo coletivo nisso?

               

                Trazendo para nossa realidade diária, não podemos ser individualistas. Temos que pensar no objetivo em equipe. Quando estamos dirigindo nosso carro e estamos num trânsito qualquer é comum passarmos por situações onde podemos pensar em nós mesmo e partir pra cima e ganharmos tempo com ultrapassagens perigosas, mas na maioria das vezes temos que observar cada detalhe, pois essas individualidades podem nos causas prejuízos materiais e pior ainda, acidentes fatais.    É um dos poucos exemplos que posso mencionar, mas existem várias situações.



                Entendam que pensar no “todo” deveria ser mais valorizado, mas geralmente não é. Uma pessoa gentil que dá “bom dia”, “boa tarde”, diz um “olá” por exemplo, hoje é uma raridade. Geralmente pelo fato de não haver valorização ou reconhecimento.



                Quando andamos e observamos tudo a nossa volta, podemos fazer a diferença, a DIFERENÇA mesmo. Num mundo que grita “pense em você e seja o destaque”, o Espírito Santo que mora em nós sussurra bem suave, digno de um amigo que é, “seja luz, ajude os outros, mostre o amor que foi plantado em nós para ser deflagrado para TODOS a nossa volta”.



                Isso que faz a diferença, esse pensamento seguido por uma atitude arrojada em pensar nos outros muito mais do que em nós mesmo, esse é o evangelho que Jesus viveu.



                Era só isso galera, amo vocês e desfrutem de uma excelente semana.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Temos que fazer algo

Quando o dia amanhece e acordamos, qual a primeira coisa que pensamos?

- Em como estava quentinho e gostoso nossa cama não é isso?

 

Mas você já parou pra pensar que há milhões de pessoas pelo mundo que nem cama tem. Que não tem onde morar, não tem o que comer, está doente e muitas vezes não consegue nem chegar aos 10 anos de idade?

 

Esse é o mundo em que vivemos.

 

O que podemos fazer? Você pode estar se perguntando.

- podemos fazer muito mais do que pensamos.

 

                No mínimo que fazemos já estamos mudando alguma coisa a nossa volta. As pessoas precisam comer, mas também precisam de atenção. Quando alguém nos aborda na rua pedindo algum dinheiro e não temos, porque não sermos no mínimo educado quando dissermos que não temos dinheiro? Não podemos simplesmente esnobar a pessoa. Isso é o mínimo, o máximo nesse contexto seria levar a pessoa para comprar algo pra comer, casso tenhamos dinheiro.

                Quem compra um colchão novo e não sabe o que fazer com o colchão velho? O que é velho pra nós pode ser a única coisa que alguém pode ter. Porque não doar para alguém que precisa?

 

O mundo é egoísta e preconceituoso. Não podemos ser como a maioria. Devemos ser como Jesus, afinal de contas Ele andou por todo lugar fazendo o bem, curando os enfermos e libertando os cativos (Atos 10:38). Era o mínimo que Ele podia fazer.

 

Qual o mínimo que você pode fazer? 

Não importa, apenas façamos algo!!

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Estou de volta

Boa noite,
Hoje definitivamente estou de volta à vida de escritor de blog. Foi mais de dois anos e meio, bastante tempo.
Nesse tempo muita coisa incrível aconteceu.
Comecei a namorar, noivei, casei. Estou trabalhando numa multinacional. Estou estudando Economia na UFS.
E muitas outras coisas.

Mas não voltei para dizer só isso, voltei porque estava com saudade de escrever pra vocês.
Portanto, segue abaixo o que está em meu coração para compartilhar com vocês hoje.


Nesse domingo, dia 05/10/2014, haverá eleição no Brasil. Sabemos que nosso país tem passado por um período difícil, onde há muita corrupção em lugares que imaginávamos estar livres dessa praga.
Um crescimento econômico prometido que não aconteceu. Uma dependência do povo de “programas” do governo. Mais violência em lugares teoricamente “pacificados”, policiais morrendo nas portas de casa, na frente dos filhos. Desmatamento descontrolado nas nossas florestas. Poluição, uma falta de planejamento para o tempo de seca em alguns lugares.

Não existe um culpado. Todos nós somos responsáveis de algum modo, e todos também sentimos os resultados dessa confusão que se instalou no Brasil. Não é de agora, nem de 4 anos pra hoje. É mais antigo do que podemos imaginar.

Mas temos em nossas mãos um poder único e que se usado de forma correta ele pode ser eficaz. O VOTO.
Quantos de nós assistimos notícias nos telejornais? Quantos de nós nos interessamos no andamento da câmara de deputados? Ou no senado? Se a gente não souber o que acontece lá, não temos como cobrar. Temos que mudar esse desinteresse e olhar para os deputados, senadores, governantes como nossos funcionários. É nosso dinheiro que pagãos salários deles. Um bom chefe está atento ao serviço dos funcionários. Se não estamos atentos, não podemos cobrar quando algo der errado.
Aí é tenso!

Quando acordaremos para isso?

Nesse domingo, não vote por votar. Vote sabendo que a sua escolha foi a melhor possível. E que nossos votos possam começar a mudar uma história que está ficando cada vez mais negra.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Julgar?

Julgar é para os fracos
Os FORTES amam e expressam o amor de Deus, acolhem e respeitam, Oram e consolidam na Palavra!!